Barracão - Sudoeste do Paraná     
 

Marmeleiro   |  Encontro   |   segunda-feira, 26 de outubro de 2015

Projetos em saúde mental expostos aos profissionais do setor

O 2º Encontro Regional de Saúde Mental, na sexta-feira, 23, no centro de múltiplo uso de Marmeleiro, reuniu autoridades, profissionais de saúde da região de Francisco Beltrão e pessoas que estão em tratamento. O encontro teve palestras, discussões com os palestrantes e troca de experiências.

A solenidade de abertura contou com as presenças do prefeito Luiz Bandeira (PP), da diretora administrativa da Associação Regional de Saúde do Sudoeste (ARSS/CRE), Roseli Newton, do vice-prefeito Ivanir Pilatti (PMDB), entre outras lideranças políticas e da saúde.

Após os discursos, aconteceram apresentações de pessoas do Centro de Atenção Psicossocial (Caps 1) "Elo de Vida" e Caps AD3 Regional, duas palestras e mesa redonda. A assistente social e coordenadora do Caps I, de Prudentópolis, Vanderleia Schinemann, proferiu palestra sobre a atenção social na Rede de Atenção Psicossocial (Raps). A psicóloga Anna Luiza Monteiro de Barros expôs o projeto de geração de renda "O Bar Bibitantã", do Caps III Itaim Bibi, de São Paulo, que é desenvolvido há nove anos. Este projeto trabalha a geração de renda e economia solidária e saúde mental.

A psicóloga Priscila Evelyn de Figueiredo, do Núcleo de Apoio à Saúde da Família (Nasf), da organização do evento, informou que está em discussão a reforma psiquiátrica no Brasil. Estão em debate também projetos de geração de trabalho e renda dentro da perspectiva da economia solidária.

Após as palestras, Anna Luiza e Vanderleia participaram de mesa redonda com os profissionais de saúde que compareceram ao seminário. Houve uma mesa redonda para interagir sobre os projetos desenvolvidos em São Paulo e Prudentópolis. A perspectiva é de que estes projetos e as ideias discutidas em Marmeleiro possam servir de base para a implantação de novas propostas nos municípios.

"Quando a gente pensa no campo do trabalho, que é parte essencial da vida em relação às pessoas que estão em sofrimento psíquico, elas acabam ficando marginalizadas no mercado formal", argumenta a psicóloga Priscila. Nas discussões da reforma psiquiátrica, está se pensando na inclusão social pela economia solidária que coincide com os princípios da luta antimaniconial e da própria reforma psiquiátrica, que propiciam relações horizontais. Estas propostas devem garantir às pessoas a cooperação, as trocas, parcerias e o diálogo.

Priscila diz que deve-se pensar a inserção da pessoa em sofrimento psíquico e de usuários de álcool e drogas dentro da economia solidária.

Fonte: Jornal de Beltrão

 



Veja também

19/04/2016 
Tríplice Fronteira ganha estudo para o turismo integrado da região
10/03/2016 
Sicredi presta homenagem pelo Dia Internacional da Mulher
23/12/2015 
Administração finaliza o ano com pagamento do 13º, salários e rescisões de contratos
22/12/2015 
Eleita a Rainha do Esporte e Princesas 2015/2016 em Barracão
14/12/2015 
Barracão comemora 63 anos nesta segunda com Musical, Chegada do Papai Noel e distribuição de doces
 

 

 
Publicidade
Publicidade
Menu Sudoeste Online
»  Últimas Notícias
»  Galerias de Fotos
»  Agenda de Eventos
»  Guia de Empresas e Negócios
»  Guia de Imóveis
»  Guia de Empregos
 
»  Prefeitura Municipal
»  Câmara de Vereadores
»  Associação Comercial e Empresarial
 
»  Contato
»  Anuncie
Sobre Barracão
»  Aspectos Gerais
»  História
»  Indicadores
»  Símbolos e Hino
»  Fotos do Município


Central de Atendimento

(46) 3536-5397


comercial@sudoesteonline.com.br