Barracão - Sudoeste do Paraná     
 

Francisco Beltrão   |  Hackarejo   |   sexta-feira, 22 de abril de 2016

Maratona de programação apresenta soluções para o varejo

O final de semana, para a maioria das pessoas, é sinônimo de descanso e tranquilidade. Mas para 50 jovens empreendedores do setor de tecnologia, o final de semana de 15 a 17 de abril foi de muito trabalho e pouco sono. Eles participaram do Hackarejo 2016, um hackathon (maratona de programação) focado em soluções para o comércio varejista, daí o nome (hack [programar habilmente] + varejo), realizado no Centro de Inovação e Tecnologia de Francisco Beltrão (CITFBE), no sudoeste do Estado.

Para a largada da maratona, promovida pelo Sebrae/PR, Núcleo de Startups do Sudoeste do Paraná (Sudovalley), União de Ensino do Sudoeste do Paraná (Unisep) e CITFBE, na noite da sexta-feira, dia 15, houve palestra com a especialista Vera de Moraes, sobre inovações no varejo, seguida de talk show com empresários do setor de varejo e de Tecnologia da Informação (TI). Depois, os participantes – em sua maioria desenvolvedores, designers e pessoas relacionadas ao setor de TI – conheceram os objetivos e regras da maratona e dividiram-se em equipes.

No sábado, a partir das 8h30, foi dada a largada para a maratona. “Teve muito trabalho de programação, consultorias em design, marketing, negócios e sistemas. E muito café, energético, refrigerantes e pizzas para sustentar a vontade das equipes em superar seus desafios”, conta Cesar Colini, consultor do Sebrae/PR e gestor do projeto de TI para a região sudoeste do Paraná.

Após 24 horas, os trabalhos foram apresentados a uma banca julgadora, que avaliou itens como usabilidade, inovação, impacto varejista, excelência técnica e apresentação do projeto. Os três melhores receberam prêmios.

Soluções premiadas

A equipe Fast Pay, de Roni Lino da Silva, Erick Sutil, Willian Ribeiro Ludvig, Willian Miguel Frigotto e Rafael Silva foi a primeira colocada, ganhando R$ 1.200,00, pré-incubação no CITFBE, livros de programação Android, três meses de Invent.to Coworking (modelo de trabalho que se baseia no compartilhamento de espaço e recursos de escritório) e 50% de descontos nas mensalidades de 2016 no Invent.to Coworking. A ideia do aplicativo é reduzir filas em restaurantes, atendendo as pessoas que fazem o pagamento via cartões.

A segunda colocação ficou com a equipe Divulgarejo. Bruno Casali, Alan Darold, Eduardo Provensi Bloss, Ezequiel Farina, Luis Gustavo Egger Barichello e Graziele Katlen pensaram em uma solução para seduzir pessoas a voltarem a comprar em estabelecimentos locais, utilizando tecnologias especializadas para direcionar os anúncios certos aos clientes. Eles receberam R$ 800,00, pré-incubação no CITFBE, livros de programação Android e 50% de descontos nas mensalidades de 2016 no Invent.to Coworking.

O terceiro melhor trabalho foi da equipe Fidelis, integrada José Luis Tafarel, Paulo Silvestre, Luciano Mazzett e Ewerton Miglioranza. A startup tem como objetivo trazer clientes para o ambiente físico das lojas por meio de um programa de fidelidade. O grande diferencial é a transparência e simplicidade do processo, apenas conectando o celular à rede sem fio do estabelecimento comercial. A Fidelis ganhou R$ 500,00, pré-incubação no CITFBE, livro de programação Android e 25% de descontos nas mensalidades de 2016 no Invent.to Coworking.

Na equipe vencedora Fast Pay, todos os integrantes são alunos da Unisep – Francisco Beltrão. Erick Bruno Sutil, um dos integrantes, conta que a ideia surgiu no próprio evento. “Durante o diálogo aberto que ocorreu entre os varejistas, no dia de iniciação do Hackarejo, um dos integrantes mencionou uma dificuldade relacionada às filas. Nossa equipe anotou e posteriormente validou com varejistas”. Erick detalha que todo o trabalho de desenvolvimento aconteceu durante e maratona e que a meta agora é aperfeiçoar o projeto. “Somos gratos aos organizadores, pois o evento nos trouxe novas ideias e nos permitiu aplicar conhecimentos obtidos durante nossa vida acadêmica. Também experimentamos a pressão de solucionar problemas no menor tempo possível, o que nos proporcionou conhecimento, valorização do trabalho em equipe e o mais importante, a superação frente às dificuldades”, analisa o estudante.

Novos talentos
O consultor Cesar Colini explica que “o Sebrae/PR incentiva eventos como hackathons, a exemplo deste para o setor de varejo, entre outros que faremos em breve, para mobilizar o ecossistema tecnológico da região, o que propicia inovação e teste de novos produtos”. “Quando se cria o ambiente favorável ao desenvolvimento, principalmente tecnológico, surgem grandes talentos que podem se tornar empreendedores ou atrativos para as próprias empresas de tecnologia ou investidores”, contextualiza.

Fábio Machado de Almeida, coordenador do Núcleo de Startups do Sudoeste do Paraná (Sudovalley) conta que o principal objetivo do núcleo é realizar eventos com startups e promover a integração com a comunidade. “Em curto espaço de tempo, surgiram muitos projetos inovadores em fase inicial, mas que podem através de parcerias e apoio, ganhar escalabilidade e, principalmente, revelar mais mentes brilhantes para nosso ecossistema de startups”, reflete o coordenador do Sudovalley .

Apoio para os projetos
O professor Fábio Alexandre Taffe, coordenador do curso de Sistemas de Informação da Unisep – Francisco Beltrão, conta que a universidade apoiou a iniciativa pois a maratona de programação permite que os estudantes apliquem conhecimentos obtidos em sala de aula. “Ao mesmo tempo, permitindo a troca de experiências, ampliação da network e colocando os alunos mais próximos da realidade de mercado. Mostrando que a área de tecnologia não é apenas um complemento, mas sim, fundamental na estratégia e crescimento de um país”.

A diretora executiva do Centro de Inovação e Tecnologia de Francisco Beltrão (CITFBE), Silvana Gomes, ressalta que a maratona teve direcionamento para o varejo por ser um setor bastante amplo, que apresenta grande demanda e muitas deficiências. “Estamos falando de 50 pessoas que foram mobilizadas e que, certamente, vão continuar, ou com suas ideias, ou olhando de forma diferente entre as demandas do varejo para novos projetos. E que nós, do CITFBE, poderemos continuar apoiando, trabalhando com eles, para fomentar novos empreendimentos”, finaliza Silvana.

Fonte: Assessoria de Imprensa SEBRAE

 



Veja também

19/04/2016 
Tríplice Fronteira ganha estudo para o turismo integrado da região
10/03/2016 
Sicredi presta homenagem pelo Dia Internacional da Mulher
23/12/2015 
Administração finaliza o ano com pagamento do 13º, salários e rescisões de contratos
22/12/2015 
Eleita a Rainha do Esporte e Princesas 2015/2016 em Barracão
14/12/2015 
Barracão comemora 63 anos nesta segunda com Musical, Chegada do Papai Noel e distribuição de doces
 

 

 
Publicidade
Publicidade
Menu Sudoeste Online
»  Últimas Notícias
»  Galerias de Fotos
»  Agenda de Eventos
»  Guia de Empresas e Negócios
»  Guia de Imóveis
»  Guia de Empregos
 
»  Prefeitura Municipal
»  Câmara de Vereadores
»  Associação Comercial e Empresarial
 
»  Contato
»  Anuncie
Sobre Barracão
»  Aspectos Gerais
»  História
»  Indicadores
»  Símbolos e Hino
»  Fotos do Município


Central de Atendimento

(46) 3536-5397


comercial@sudoesteonline.com.br