Pérola d`Oeste - Sudoeste do Paraná     
 

Pérola d´Oeste   |  Prevenção   |   segunda-feira, 14 de julho de 2014

Hábitos saudáveis e higiene previnem doenças de inverno

O número de casos de gripe, meningite e pneumonia tende a aumentar significativamente durante o inverno. O risco de transmissão cresce devido à maior concentração de pessoas em locais fechados, o que facilita a disseminação de vírus respiratórios.

O clima seco e as baixas temperaturas também contribuem para agravar o quadro clínico de pessoas que sofrem com asma, bronquite e rinite alérgica. Especialistas afirmam que a melhor forma de atenuar ou prevenir esses problemas é manter hábitos saudáveis e lembrar-se de medidas simples de higiene.

O superintendente de Vigilância em Saúde, Sezifredo Paz, explica que manter uma alimentação balanceada, dormir bem e praticar atividades físicas regularmente reduz as chances de contrair doenças comuns de inverno. “São atitudes simples que fazem toda a diferença na qualidade de vida das pessoas”, disse.

Outra forma de se prevenir é higienizar as mãos com frequência, seja por meio da lavagem com água e sabão ou aplicação de álcool gel. Essa medida é extremamente eficaz para evitar a infecção por doenças respiratórias, cuja transmissão ocorre através do contato com pequenas gotículas expelidas por pessoas doentes.

“Durante a fala, a tosse e o espirro, o doente pode contaminar objetos e até mesmo o ambiente. Por isso, o ideal é que se higienize as mãos sempre após tocar objetos de uso coletivo ou locais como maçanetas e corrimãos, por exemplo”, orienta a chefe do Centro Estadual de Epidemiologia, Cleide de Oliveira.

No caso da gripe, a população também pode recorrer à vacina, disponível gratuitamente na rede pública de saúde para os seguintes grupos: idosos (+60 anos), crianças menores de 10 anos, gestantes, puérperas (mulheres com pós-parto de até 45 dias), doentes crônicos, profissionais de saúde, indígenas, trabalhadores e detentos do sistema prisional.

No inverno, também é comum que as pessoas se automediquem, o que pode mascarar sintomas de um problema mais grave. “Ao sentir febre, mal-estar geral ou qualquer sintoma de maior intensidade, a pessoa deve procurar atendimento médico imediatamente. Tomar medicamentos por conta pode piorar ainda mais a situação”, ressalta a médica da Divisão de Doenças Transmissíveis da Secretaria da Saúde, Júlia Cordelini.

Veja os principais sintomas de algumas doenças comuns no inverno:

GRIPE – febre alta, tosse, dor de garganta, dor de cabeça, dores no corpo, cansaço e calafrios.

MENINGITE – febre alta, mal-estar geral, dor de cabeça, vômito, dificuldade para movimentar o pescoço, pequenas manchas na pele (petéquias).

PNEUMONIA – febre alta, tosse carregada, respiração dolorosa, calafrios, suor e palidez.

CONJUNTIVITE – olhos vermelhos e lacrimejantes, ardência, pálpebras inchadas, coceira e secreção ocular.

Fonte: AEN

 



Veja também

29/02/2016 
Câmara de Vereadores apresenta planos para 2016
18/12/2015 
O ábaco na sala de aula
03/12/2015 
Pré-escola trabalha alimentação saudável
02/12/2015 
Natal Encantado do Paraná visita 40 cidades do estado levando teatro e alegria
04/09/2015 
Vasco comemora conquista municipal
 

 

 
Publicidade
Publicidade
Menu Sudoeste Online
»  Últimas Notícias
»  Galerias de Fotos
»  Agenda de Eventos
»  Guia de Empresas e Negócios
»  Guia de Imóveis
»  Guia de Empregos
 
»  Prefeitura Municipal
»  Câmara de Vereadores
»  Associação Comercial e Empresarial
 
»  Contato
»  Anuncie
Sobre Pérola d`Oeste
»  Aspectos Gerais
»  História
»  Indicadores
»  Símbolos e Hino
»  Fotos do Município


Central de Atendimento

(46) 3536-5397


comercial@sudoesteonline.com.br