Pranchita - Sudoeste do Paraná     
 

Pranchita   |  Proibição   |   sexta-feira, 7 de agosto de 2015

Prefeito de cidade italiana proíbe população de ´morrer`

A cidade italiana de Sellia, na região sulina da Calábria, aprovou uma ordem que estabelece a "proibição de morrer" a seus moradores, a maioria idosos, a fim de conter o despovoamento e amortizar seus serviços de saúde.

Sellia é um pequeno município medieval onde 60% da população é formada por idosos de mais de 75 anos, muitos deles mulheres viúvas.

A ordem municipal entrou em vigor na quarta-feira (5), e ao estabelecer a "proibição de morrer", convida os cidadãos a se "preocuparem com a saúde", explicou nesta quinta-feira (6) à Agência Efe o prefeito da cidade, Davide Zicchinella.

"Nós fizemos esta ordem não para brincar, mas seriamente. Porque Sellia, como muitos locais do sul da Itália, sofre com o despovoamento", defendeu o regedor da ordem, pediatra de profissão.

A cidade explicou que foi criado "todo um sistema para cuidarmos da saúde de nossos cidadãos" com a abertura de um centro de saúde, um ambulatório e uma rede de transporte de pessoas ao hospital mais próximo, o de Catanzaro. Mas, em troca destes serviços, os cidadãos deverão cuidar de sua saúde a fim de manter este serviço e de deter o despovoamento no lugar.

"A vida é um valor universal, mas em uma cidade pequena cada um deve cuidar de sua própria saúde porque, além de ter um valor por si mesma, tem um valor coletivo. Se uma cidade for diminuindo, não pode continuar de pé", sustentou.

E, de acordo com a ordem, os que não cuidam da saúde deverão, simplesmente, pagar mais impostos.

Perguntado sobre como identificará os moradores que não se cuidam, o pediatra garantiu que a prefeitura "tem registros, sabe quem faz exames e quem não, quem se cuida ou se descuida".

Durante a conversa, o prefeito defendeu suas políticas que, segundo sua opinião, fizeram com que seu município se situe na vanguarda em muitos aspectos.

Por exemplo, o prefeito ressaltou que em 2010, quando ele só estava há um ano no cargo, Sellia foi a primeira cidade da região da Calábria ao separar para reciclar 73,6% de seu lixo, o que lhe valeu o prêmio da organização ambientalista Legambiente.

Além disso, entre outras conquistas, em 2011 Sellia foi a primeira cidade calabresa e uma das primeiras da Itália, segundo destacou a prefeitura, a oferecer gratuitamente internet a todos os moradores.

Na Itália, a idade média dos moradores supera os 44 anos, segundo o instituto de estatísticas italiano, Istat, e a população registra nos últimos anos um crescimento praticamente nulo, que tem como consequência uma população envelhecida.

Fonte: Uol

 



Veja também

24/09/2015 
Consulado do Inter realiza evento em Pranchita
26/08/2015 
Que fase! Escritório do Papai Noel declara falência na Lapônia
20/08/2015 
Operadoras móveis no Brasil preparam petição contra WhatsApp
12/08/2015 
Nascidos no mesmo dia, bebê e bulldog francês vivem grudados
23/12/2014 
Ladrões são atingidos por raio após roubarem igreja
 

 

 
Publicidade
Publicidade
Menu Sudoeste Online
»  Últimas Notícias
»  Galerias de Fotos
»  Agenda de Eventos
»  Guia de Empresas e Negócios
»  Guia de Imóveis
»  Guia de Empregos
 
»  Prefeitura Municipal
»  Câmara de Vereadores
»  Associação Comercial e Empresarial
 
»  Contato
»  Anuncie
Sobre Pranchita
»  Aspectos Gerais
»  História
»  Indicadores
»  Símbolos e Hino
»  Fotos do Município


Central de Atendimento

(46) 3536-5397


comercial@sudoesteonline.com.br